Candidaturas femininas para próxima eleição estão próximas do limite

Os partidos e as coligações realizadas em Minas Gerais para a próxima eleição registraram um número de candidaturas femininas bem próximo do limite mínimo de 30% previsto pela legislação. No caso da Câmara dos Deputados, as mulheres representam 30,93% do total dos postulantes no Estado. No caso da disputa pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais, esse número é de 30,43%.

Em âmbito nacional, o desenho continua o mesmo. Dos quase 28 mil pedidos de registros recebidos pelo TSE, 8.560 eram de mulheres, o que corresponde a 30,7%. Duas mulheres figuram entre os 13 candidatos a presidente.

Entre os 199 registros nas chapas de governador, 29 mulheres encabeçam essa lista e 73 foram escolhidas para vice-governador. Para o Senado, 60 mulheres vão concorrer contra 288 homens. Já para a Câmara dos Deputados, 2.607 delas vão disputar a preferência do eleitor contra 5.628 deles. Para as Assembleias Legislativas, onde as mulheres mais estarão nas urnas, 5.300 mulheres figuram entre mais de 17 mil registros.

Caso a Justiça Eleitoral seja provocada nos casos em que o mínimo percentual de candidaturas femininas para a Câmara dos Deputados e Assembleia Legislativa não for exigido, a chapa pode ser cassada e os eleitos pela coligação podem perder o cargo. Em casos mais graves, os responsáveis podem se tornar inelegíveis pela Justiça Eleitoral por tempo indeterminado.

O post Candidaturas femininas para próxima eleição estão próximas do limite apareceu primeiro em Rádio Sucesso FM.

Postado originalmente por: Sucesso FM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: