Cunha pronunciou através de carta sobre o áudio de delação premiada

Personagem do áudio divulgado na semana passada em uma conversa entre o presidente Michel Temer e o empresário Joesley Batista, dono da JBS, o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ) negou ter seu silêncio comprado em uma carta de 18 linhas.

O deputado cassado, disse que está exercendo o direito dele de defesa e que não está em silêncio. Ele diz também que repudia as informações divulgadas de que estaria recebendo qualquer benefício.

Apresentada pelo advogado de Cunha, na carta ainda está escrito que não existe nenhum alinhamento com as versões de fatos apresentadas por Temer.

Eduardo Cunha está em uma penitenciária de Curitiba, desde março, quando foi condenado pelo juiz Sérgio Moro a 15 anos e quatro meses de retenção. O deputado cassado responde a outras duas ações penais que são desmembramentos da Lava Jato, uma em trâmite na Vara Criminal Federal de Brasília e outra encaminhada a Moro pelo Supremo Tribunal Federal.

Postado originalmente por: Sucesso FM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: