Em denúncia contra Temer, Fachin analisa a necessidade de ouvir o próprio presidente

O ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), analisa a necessidade de ouvir ou não o presidente Michel Temer e o Ministério Público, antes do enviar a denúncia contra o presidente para a Câmara dos Deputados.

A denúncia é da Procuradoria Geral da República, mas como se trata de uma investigação contra o presidente, é preciso da aprovação de pelo menos dois terços dos parlamentares, ou seja, de 172 deputados federais, para que a denúncia passe a ser uma ação penal e possa ser julgada no Supremo.

Porém, os aliados não acham que a denúncia será aprovada, já que a metade deles, ou seja, 64 deputados, estão envolvidos na Operação Lava Jato e são contrários ao processo.

O presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ) já disse, na semana passada, que a votação deve acontecer o mais rápido possível e que é possível a suspensão do recesso da Câmara, que geralmente pára por 15 dias em julho, para que a situação seja resolvida. Rodrigo Maia também é um dos investigados pela Operação Lava Jato. As informações são do Portal G1.

Postado originalmente por: Sucesso FM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: