Falta de material suspende testes de leishmaniose em Divinópolis

Os testes para detectar a leishmaniose visceral em cães estão suspensos em Divinópolis por falta de material. A informação foi confirmada pela Superintendência Regional de Saúde (SRS), que justificou dizendo que o Ministério da Saúde não está enviando a quantidade de kits necessários para a realização do exame na cidade.

Ainda segundo a secretaria, a cidade tem alguns kits que está guardando para casos específicos, como por exemplo, onde houver suspeita da doença em humanos. Gilmar Santos, referência técnica do programa de leishmaniose na cidade, informou que o município coletava cerca de 3,7 mil testes por mês, que o risco  da doença é alto e que até maio o problema estará resolvido.

Segundo a supervisora da Secretaria Municipal de Saúde, Semusa, Marcela Oliveira, os últimos oito anos, quase 12 mil casos suspeitos da doença foram registrados no município, e 15% deles confirmados para a doença. De 2007 a 2018 foram 24 casos da leishmaniose em humanos registrados, e destes, três evoluíram para óbitos confirmados da doença. Em Divinópolis, a região dos bairros Niterói, Icaraí e Manoel Valinhas, lideram o ranking de casos da doença na cidade.

O post Falta de material suspende testes de leishmaniose em Divinópolis apareceu primeiro em Rádio Sucesso FM.

Postado originalmente por: Sucesso FM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: