Polícia Federal procura grampos no palácio do STF

Polícia Federal fez uma varredura uma no segundo andar do palácio do Supremo Tribunal Federal (STF), em Brasília. Os agentes revistaram gavetas, mesas e telefones à pedido da Presidente do Supremo, ministra Carmém Lúcia, para verificar se há ameaças para a segurança do tribunal, como grampos e outros.

Esse tipo de varredura ocorre periodicamente no Supremo, mas essa inspeção foi determinada após a divulgação de supostos grampos envolvendo o relator da Operação Lava Jato, ministro Edson Fachin.

No último dia 10, a revista Veja informou que o governo Michel Temer havia acionado a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) para investigar Fachin, com o objetivo de fragilizar e constranger o ministro que é relator do inquérito que investiga Temer com base nas delações da JBS.

Na ocasião, o Palácio do Planalto negou qualquer investigação por parte da Abin e Temer chegou a ligar para Cármen Lúcia para negar a informação da reportagem. As informações são do Portal G1.

Postado originalmente por: Sucesso FM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: