Após intervenção governamental, Bolsa apresenta queda de mais de 5% e Petrobras despenca 20%

Investidores reagiram mal à tentativa da troca de comando da Petrobras

A bolsa de valores brasileira, a B3, iniciou a semana operando em forte queda nesta segunda-feira (22) após o anúncio do presidente Jair Bolsonaro, realizado na noite da última sexta-feira (19), sobre a indicação de um novo presidente-executivo para a Petrobras e com os agentes financeiros visualizando um risco político no país, no que tocante ao intervencionismo governamental em estatais.

Às 12h51, o Ibovespa caía 5,27%, a 112.194 pontos, pressionado pelo tombo nas ações da Petrobras, que têm peso de 10,27% no índice.

Perto do mesmo horário, as ações ordinárias (PETR3) despencavam 20,30%, a R$ 21,60, e as preferenciais (PETR4) tinham baixa de 20,01%, a R$ 21,86.

A queda era semelhante na Bolsa de Nova York: na Nyse, as ADRs (American Depositary Receipts) da Petrobras recuavam 21,94% por volta do mesmo horário.

Na noite de sexta-feira (22), Bolsonaro anunciou a indicação do general Joaquim Silva e Luna, atual diretor da Itaipu Binacional, para a presidência da Petrobras, no lugar de Roberto Castello Branco, o que gerou uma repercussão negativa.

Para que a troca na presidência da Petrobras seja efetivada, a indicação ainda precisa do aval do Conselho de Administração da Petrobras, que tem reunião prevista para esta terça-feira (23).

 

Anexos para downloads:

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: