Em enquete, ouvintes acreditam que formatos musicais foram beneficiados em audiência em 2020

São Paulo – Adulto-contemporâneo, jovem/top-40 e jovem/adulto-pop tiveram saldo positivo durante a pandemia da covid-19, segundo participantes

O tudoradio.com segue contando com a ajuda de sua audiência para medir a temperatura sobre a percepção dos ouvintes em relação a algumas curiosidades do meio rádio. Em fevereiro, o portal questionou os visitantes sobre qual formato de rádio foi o mais beneficiado em audiência ao longo de 2020, ano atípico devido à pandemia da covid-19. Foram mais de 3 mil participações na enquete, onde a maioria indiciou o formato “adulto-contemporâneo” o maior beneficiado. Acompanhe os detalhes:

Para 34% dos participantes da enquete o formato adulto-contemporâneo foi o maior beneficiado em audiência em 2020, ano de início da pandemia do novo coronavírus. Porém os visitantes ficaram bem divididos, pois a opção “jovem / top40 – Pop e/ou Jovem-adulto / Pop” recebeu 27% dos votos entre os visitantes que participaram da enquete. Em resumo, para 61% esses formatos de rádios que geralmente são mais musicais foram as mais beneficiadas em 2020.

Rádios de “jornalismo/all-news” também foram apontadas como grandes beneficiadas pelo momento atípico causado pela pandemia em 2020, recebendo 24% dos votos dos participantes da enquete, valor próximo das outras duas opções mais escolhidas pelos visitantes do portal.

As opções “Popular/hits ou/e Sertanejo” e “Religiosos” receberam 11% e 4% dos votos, respectivamente.

Vale ressaltar que a enquete não conta com processo científico de avaliação, sendo apenas uma forma de saber como foi o comportamento dos visitantes do portal perante o tema proposto. O questionamento esteve em vigência entre a segunda quinzena de fevereiro e a primeira quinzena de junho. E o número total de votos foi de 3071.

Resultado bate com a realidade do rádio?

A dúvida sobre “qual o formato de programação que foi mais beneficiado em 2020” foi uma constante no mercado de rádio e, em 2021, segue causando discussões entre os profissionais. Isso ocorre porque o comportamento da audiência variou muito durante a pandemia. Em um primeiro momento, a demanda por notícias e as mudanças na circulação das pessoas acabou afetando a rotina de escutas das pessoas.

Na sequência, com o “abre e fecha” nas atividades de diferentes setores, com novas variações na circulação de pessoas e o modo como elas organizam as suas rotinas durante a pandemia, também impulsionaram os formatos musicais. Nas atualizações de audiência foi possível perceber uma alta significativa nos formatos populares, principalmente a partir da reta final de 2020, com a normalização das pesquisas feitas em campo.

O formato religioso também constatou alta em vários mercados, com algumas estações conquistando novos patamares de audiência, situação percebida principalmente no Rio de Janeiro e também no Recife.

Essa grande diversidade de conteúdo oferecido pelo rádio foi constantemente apontado como um diferencial do meio para prestar serviço e entreter a população durante a pandemia do novo coronavírus.

De qualquer forma, várias estações de diferentes formatos estão experimentando hoje patamares mais elevados de audiência e alcance na comparação com os números registrados no período que antecedeu a pandemia.

A próxima enquete: credibilidade do rádio

tudoradio.com já conta com uma nova enquete disponível para a audiência. Nela, o portal pergunta o seguinte: “Você confia na prestação de serviço e nas informações veiculadas pelo rádio sobre a pandemia da covid-19?”

Para participar basta acessar tudoradio.com/enquetes ou responder no menu do portal, localizado na lateral esquerda para quem acessa via desktop e tablets.

Por: tudoradio.com

%d blogueiros gostam disto: