Iate é atacado por 30 orcas durante duas horas

Ataque aconteceu em outubro do ano passado, no Estreito de Gibraltar

Os três ocupantes britânicos de um iate de luxo viveram duas horas de pânico em alto-mar. Nesse período, a embarcação foi cercada e atacada por um grupo de 30 orcas. O ataque aconteceu em outubro do ano passado, mas só agora o drama foi divulgado.

Os predadores bateram várias vezes no casco do iate e chegaram a arrancar parte do leme.

O trio apavorado lutou com os enormes mamíferos marinhos por duas horas enquanto eles se chocavam contra o iate, aparentemente com o objetivo de causar destruição.

As orcas, algumas delas chegando a quase 8 metros de comprimento, pareciam ter desistido em um determinado momento, mas reapareceram e continuaram se chocando com a embarcação. Eles chegaram a pensar que “afundariam tamanha era a violência”.

O grupo, que zarpara no Serena IV de Kent, na Inglaterra, foi atacado nas proximidades do Estreito de Gibraltar (que separa a Europa da África), onde o barco está passando por reparos.

“É assim que tudo termina?”, lembrou Nathan Jones, um dos ocupantes, de 27 anos.

“Se o barco tivesse afundado, estaríamos em um bote salva-vidas cercado por orcas. Teria sido drástico”, comentou Martin Evans, de 45 anos. “Foi um ataque violento. Parecia que elas tinham um plano e estavam com raiva”, concluiu.

Nos últimos meses, ataques de orcas a embarcações se tornaram mais comuns na região. Cientistas ainda não sabem a razão. A espécie é conhecida como hábil e engenhosa caçadora.

Foto: Reprodução

Juliette Freire

%d blogueiros gostam disto: