SET eXPerience Lunch Break se aproxima. Evento é uma oportunidade de encontro com CEO’s de diversas organizações

São Paulo – Produto faz parte da edição 2021 do SET eXPerience 2021. As inscrições estão abertas e , ao todo, serão oito dias de evento

Tendo seu início marcado para a próxima quarta-feira (23), o SET eXPerience Lunch Break chega como uma oportunidade para o público aproveitar a hora do almoço para acompanhar um bate-papo com executivos das principais organizações da indústria. O produto faz parte da edição 2021 do SET eXPerience 2021. As inscrições estão abertas e , ao todo, serão oito dias de evento.
O SET eXPerience 2021 desenvolveu na edição deste ano oito produtos distintos para atender todo o setor de tecnologia, negócios, mídia e entretenimento, sendo o SET eXPerience Lunch Break um deles. As apresentações ocorrerão nos próximos dias 23, 24, 29 e irão se estender até junho, nos dias 1, 6, 14, 20 e 27. O programa vêm como uma oportunidade para o público  aproveitar a hora do almoço para acompanhar um bate-papo com executivos das principais organizações da indústria. A dinâmica será de uma apresentação concisa de 20 minutos e 40 minutos de Q&A aberto para a audiência.

Até o momento, Cleber Morais (CEO AWS), Andre Vellozo (CEO Drumwave), Ana Moises (Diretora Likedin América Latina) e Monica Waldvogel (jornalista GloboNews) são os executivos confirmados que irão compartilhar suas experiências e conhecimentos com a audiência do SET eXPerience. Entre os diversos temas a serem abordados estão, Transformação Digital, Inteligência Artificial, Desenvolvimento Pessoal e Pandemia farão parte do cardápio.

Os encontros serão realizados entre 10h e 14h e os interessados em se inscrever podem acessar o menu Lunch Break, na página do SET eXPerience.

SET eXperience 7×7 também é destaque desta edição do SET eXPerience 2021

Assim como o SET eXPerience Lunch Break, a edição 2021 do SET eXPerience também conta com um produto voltado à análise das tendências do mercado de tecnologia, mídia e entretenimento. Na ocasião participaram Luiz Henrique Matos, diretor de parcerias do Google no Brasil, e Fred Muller, diretor executivo de Negócios e Marketing do SBT. Os profissionais abordaram sobre Tecnologia, Conteúdo e o Desafio de chegar no consumidor.

Matos foi o moderador e iniciou as atividades perguntando sobre como foi a elaboração das estratégias do SBT para distribuição e monetização de conteúdo.

“Em fevereiro de 2008, o SBT iniciou um trabalho para saber onde armazenar e transmitir seu conteúdo, além de diminuir custos. A estratégia foi ter diferentes canais para garantir uma experiência mais segura ao público, principalmente o infanto-juvenil. A plataforma escolhida foi o YouTube. Esse movimento reduziu a zero o custo de banda. Dessa forma, pudemos subir todo o conteúdo desejado e observamos resultados positivos imediatos”, afirmou Muller.

O executivo do SBT destacou os números que a emissora vem apresentando na plataforma. “São mais de 1 milhão e 400 mil minutos mensais de conteúdo consumido e 34 milhões de pessoas não duplicadas assistindo os conteúdos do SBT pelo YouTube. É um modelo muito vitorioso.”

Matos questionou Muller sobre a entrada de novos players no mercado audiovisual brasileiro e como isso afeta a relação com o espectador brasileiro. Para o diretor executivo do SBT, “a chave para atrair a preferência do público é ter conteúdo relevante para ele. Durante a pandemia novos players chegaram ao mercado e outros ainda vão chegar. Mesmo com em uma situação difícil de desemprego, o número de assinantes cresceu dos serviços de OTT cresceu. Isso comprova que todas essas plataformas e serviços têm conteúdos relevantes.”

Muller também destacou a importância de se produzir conteúdo nacional e local. Segundo ele, “isso é fundamental para qualquer player que deseja entrar no mercado brasileiro, pois o conteúdo nacional e regional é relevante para o público.”

Por: tudoradio.com

%d blogueiros gostam disto: