Governador de Minas Romeu Zema destaca os planos de contenção contra a Covid-19 em Minas Gerais

O Governador de Minas Gerais, Romeu Zema, concedeu entrevista exclusiva ao Jornal Tribuna do Leste para falar sobre a situação da Covid-19 no estado. Entre os assuntos abordados, ele destacou a efetividade do Minas Consciente, a expectativa de volta as aulas, e as medidas de segurança que ainda devem ser adotadas pela população para evitar a propagação da Covid-19.

Diversas macrorregiões estão regredindo para a onda vermelha do Minas Consciente, a exemplo a macrorregião Norte. Romeu Zema, explica como está a situação da Covid-19 em Minas, em especial a macrorregião Leste do Sul (que abrange as microrregiões de Manhuaçu, Viçosa e Ponte Nova). “Observamos uma melhoria geral em todo o Estado, e vejo que estamos agora, depois deste grande sacrifício, colhendo os frutos. A onda roxa deu resultados. Nas últimas semanas temos observado uma queda expressiva nos números de casos e de internações e também na quantidade de óbitos e tais resultados mostram que foi uma ação certa e um sacrifício necessário”, disse.

A respeito da educação, o secretário de Estado de Saúde, Fábio Baccheretti, disse recentemente em entrevista que a volta às aulas em Minas deve acontecer ainda no primeiro semestre deste ano. Segundo o secretário, a posição do Estado é que as escolas devem retornar o mais rápido possível, com todos os protocolos de segurança possíveis. O governador de Minas, Romeu Zema, explicou se essa previsão é plausível diante de um cenário de relativa pausa no número de casos da Covid-19. “Sim, esse cenário é plausível. Lembro que em setembro ou outubro do ano passado quanto tivemos números de casos, internações e óbitos muito melhores do que os atuais inclusive, tentamos retomar as aulas com todos os protocolos de segurança, mas houve uma ação judicial por parte do Sindicato dos Professores que impediu o retorno. Mas estamos revendo todos os protocolos e desde então muita coisa ficou comprovada inclusive que crianças correm menos risco na escola do que estando com adultos em casa ou em outros locais. Portanto, esperamos que esse retorno as aulas aconteçam o quanto antes”, disse.

De acordo com Romeu Zema a população não deve relaxar, pois boa parte desmereceu e desconsiderou e deixaram de tomar cuidados com a relação a pandemia nos meses de novembro e dezembro do ano passado e foi ignorar um inimigo que acabou voltando com força total. “A segunda onda que nós tivemos em março e abril foi muito pior e muito mais letal do que a primeira onda que nós tivemos no ano passado. Peço a todos que não relaxem, apesar dessa melhoria de casos, internações e hospitais que já não estão tão sobre recarregados. Precisamos usar máscara, manter o distanciamento social e fazer uso das medidas de higienização, pois o vírus ainda está entre nós e pode, inclusive, sofrer mutações e se transformar em uma variável mais letal e contagiosa do que a anterior, podendo ocasionar uma terceira onda da doença. Não dá para relaxar enquanto nós não tivermos com a situação cem por cento resolvida”, enfatizou o Governador de Minas Gerais, Romeu Zema.

Danilo Alves – Tribuna do Leste

 

 

Postado originalmente por: Tribuna do Leste – Manhuaçu

%d blogueiros gostam disto: