Homem é preso por manter em cativeiro pássaros da fauna silvestre e por posse ilegal de arma de fogo

Nesta segunda-feira, 29, durante operação de combate a caça e captura de animais silvestres na zona rural de Manhuaçu, os militares do 3º Pelotão de Polícia Militar de Meio Ambiente de Manhuaçu visualizaram três gaiolas contendo espécimes da fauna silvestre, sendo 02 Sofrê/Corrupião e 01 Trinca-Ferro.

Ao realizarem fiscalização, constataram que estavam mantidos de forma ilegal em cativeiro (sem anilhas de identificação e documentação que comprovasse a origem).

Durante diálogo o autor de 46 anos de idade, acabou por admitir que também possuía uma carabina de pressão adaptada para o uso de projéteis calibre .22. O autor foi preso em flagrante delito e conduzido a Delegacia de Polícia Civil onde foi ratificado o flagrante.

Ainda em desfavor do cidadão infrator foi lavrado o Auto de Infração por ter em cativeiro espécimes da fauna silvestre nativa sem a devida permissão, licença ou autorização do órgão ambiental competente no valor de R$ 8.351,10.

O Comandante do 3º Pelotão de Polícia Militar de Meio Ambiente, Tenente Nazareno Rodrigues esclareceu que essa pratica de modificar arma de pressão contraria a legislação e aquele que for surpreendido de posse de armas assim modificadas serão presos e submetidos ao devido processo legal e quanto a prática de ter em cativeiro animais silvestres de forma irregular além da prisão o autor é submetido a medidas administrativas tais como a multa aplicada ao cidadão mencionado nessa ocorrência.

Mais uma vez o oficial ressaltou a importância da participação da comunidade que pode contribuir para a preservação do meio ambiente denunciando infrações e crimes ambientais, ligando para o telefone do Disque Denúncia 181, sem necessidade de se identificar.

Com informações do 3º Pelotão de Polícia Militar de Meio Ambiente

Postado originalmente por: Tribuna do Leste – Manhuaçu

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: