Adenilde Petrina receberá o título de Doutora Honoris Causa

Líder do movimento negro de Juiz de Fora, Adenilde Petrina Bispo receberá o título de Doutora Honoris Causa. A decisão foi tomada por unanimidade pelo Conselho Superior (Consu) da Universidade Federal de Juiz de Fora, na tarde desta quinta-feira (1º). A informação foi divulgada nas redes sociais da instituição. O título é concedido a pessoas de destaque em áreas como artes, ciências, política, causas humanitárias, dentre outras.

Adenilde é ex-aluna da UFJF e cursou Filosofia na instituição entre 1970 e 1974. Nascida em Cachoeira do Campo, distrito de Ouro Preto (MG), veio com a família para Juiz de Fora aos 12 anos de idade. Concluiu ensino fundamental em escola pública, em meados de 1960, e logo conseguiu uma bolsa de estudos no Colégio Santa Catarina, onde decidiu cursar Filosofia. Em troca, ajudava na limpeza da instituição. Já na universidade, teve o primeiro contato com militantes do movimento negro da cidade e passou a integrar o Grupo de Estudos Afrobrasileiro Aticorene (Geaba Aticorene). Concluiu a graduação em Filosofia em 1974, e desde então, seguiu na militância no movimento negro, advogando a favor dos moradores da periferia. Em 1984, tornou-se professora de História na rede municipal de ensino.

Postado originalmente por: Tribuna de Minas – Juiz de Fora / MG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: