Após morte de motorista de aplicativo, categoria faz manifestação

Concentração dos motoristas ocorreu nas proximidades do Carrefour (Foto: Divulgação)

Durante a manhã desta terça-feira (20), motoristas de aplicativo fizeram uma manifestação no Centro de Juiz de Fora após a morte de Sandro Rodrigues Braz Pereira, 43 anos, vítima de um golpe com instrumento cortante desferido por um passageiro após um desentendimento entre ambos. A categoria prestou homenagem à vítima e reivindicou apoio do poder público e das empresas que administram plataformas de viagens, além de solicitar conscientização dos usuários para que os casos de violência não voltem a acontecer.

A carreata, organizada pela Associação de Motoristas de Aplicativo de Juiz de Fora (Amoaplic/JF), teve concentração marcada para o Carrefour às 8h, passando pela Avenida Rio Branco, Rua Américo Lobo, Avenida Brasil, Avenida Ruy Barbosa e encerrando no cemitério Parque da Saudade. 

O movimento fortalece as reivindicações da categoria que vêm sendo apresentadas desde os dias seguintes ao ocorrido com o motorista. Nos últimos dias 5 e 6, representantes fizeram manifestação pela Avenida Rio Branco e tiveram reunião na Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) para solicitar medidas de segurança. Agora, nesta terça-feira, um dia após a confirmação da morte do motorista, a categoria volta a demonstrar indignação.

“Essa carreata é em homenagem ao nosso amigo, mas não deixa de ser também em protesto à insegurança que assola o nosso país e a nossa cidade. É inadmissível que, por uma coisa tão banal quanto o uso de máscara e ar-condicionado, uma pessoa perca a vida”, afirma o vice-presidente da Amoaplic/JF, Sóstenes Josué Ramos de Souza, que solicitou conscientização dos passageiros sobre as regras das plataformas de viagens. “Muitas vezes, os motoristas de aplicativos falam ‘não’ para o passageiro, mas é porque ele segue algumas regras do próprio aplicativo. Nós pedimos aos passageiros que se informem sobre as regras dos aplicativos”, complementa.

Falta de apoio aos motoristas

Segundo o representante da categoria, os motoristas de aplicativos reivindicam medidas de segurança desde a morte de Edson Fernandes de Carvalho, ocorrida em novembro de 2019, após tentativa de assalto. A classe solicita legislação própria que garanta os direitos dos trabalhadores. “O que a gente vem pedir ao poder público é que ele nos ouça, atenda às nossas demandas dentro daquilo que é possível. Porque podemos ter vidas perdidas pelo simples fato de que não há uma lei adequada à nossa categoria”, reivindica.

Os trabalhadores também não se sentem amparados pelas plataformas para as quais prestam serviço, segundo Carvalho. “Não podemos, de maneira alguma, deixar de puxar a responsabilidade para as plataformas. Elas não nos atendem, não conversam com nós, inclusive com os motoristas. Eles são totalmente inertes em relação a tudo isso que acontece. Não estão nem aí para nós, só querem o nosso dinheiro”, afirma. A Tribuna fez contato com a assessoria de imprensa da Uber para comentar as declarações e aguarda retorno.

 

Nota

A Uber lamenta profundamente a morte do motorista parceiro Sandro Rodrigues. Compartilhamos nossos sentimentos de mais profundo pesar com a família do Sandro neste momento de dor. A Uber permanece à disposição dos órgãos de segurança para colaborar com as investigações, na forma da lei. 

Diante da pandemia de COVID-19, o aplicativo tomou uma série de medidas preventivas embasadas em orientações das autoridades responsáveis e especialistas médicos. Todos os usuários são informados sobre as precauções necessárias para uma viagem, como o uso de máscara, utilização apenas do banco traseiro do carro, janelas abertas para ventilação, além da higienização das mãos. 

Em caso de descumprimento dos protocolos recomendados, encorajamos a motoristas e usuários que denunciem o ocorrido pela Ajuda do app. Recomendamos também que motoristas parceiros e usuários contatem imediatamente as autoridades policiais sempre que se sentirem ameaçados.

Postado originalmente por: Tribuna de Minas – Juiz de Fora

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: