Estelionatários são presos depois de cair em armação feita por vítima

A Polícia Militar prendeu cinco homens, com idades entre 18 e 28 anos, por suspeita de integrarem uma quadrilha de estelionatários de Belo Horizonte. O grupo foi pego depois de cair em uma armação feita por uma de suas vítimas, 23 anos, que tentava recuperar a moto perdida em um golpe. O caso foi registrado no sábado (9).

De acordo com o registro policial, o rapaz relatou que na quinta-feira (7) havia anunciado sua moto em um site de vendas pelo valor R$ 2.800. Um dos suspeitos, 20, fez contato com ele interessado em adquirir o veículo. O negócio foi fechado e, conforme o registro policial, a moto foi entregue ao comprador no sábado (8).

A vítima disse aos militares que o suspeito pegou o veículo e disse que iria fazer a transferência de R$ 2.700.  Porém, ao verificar seu saldo bancário, o rapaz percebeu que caíra em um golpe. Em seguida, ele viu que sua moto estava anunciada no mesmo site, só que com valor de R$ 2.300.

Na tentativa de recuperá-la e denunciar o criminoso, o jovem pediu que um amigo se passasse por comprador e contatasse o vendedor. Eles então marcaram um encontro no estacionamento de um hotel no Centro, onde o amigo da vítima disse que levaria a moto até um mecânico para despistar o suspeito. De lá ele foi para a delegacia, onde a PM foi acionada.

Conforme o documento policial, os militares se dirigiram até o hotel, onde um recepcionista confirmou que o suspeito estava hospedado na companhia de outras pessoas, e que eles estariam em um bar na Rua Halfeld. Os militares foram até o local e prenderam os cinco em flagrante. O suspeito que teria aplicado o golpe confirmou que a transferência que fez era falsa. Ele alegou em sua defesa que seu carro teria estragado e que precisava de dinheiro rápido para seguir viagem para a capital mineira.  Ele e os outros quatro foram levados para a delegacia.

Postado originalmente por: Tribuna de Minas – Juiz de Fora

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: