Garoto queimado por descarga elétrica é transferido para BH

O garoto de 12 anos que teve cerca de 70% do corpo queimado após contato com a rede de alta tensão da Cemig, na semana passada , foi transferido para o Hospital João XXIII, em Belo Horizonte, na última sexta-feira (12). De acordo com a assessoria de comunicação da Secretaria de Saúde de Juiz de Fora, a transferência foi necessária porque o hospital da capital é referência em tratamento de queimaduras.

Em 2015, Josiane Cezar Vasconcelos Coelho, 39 anos, vítima da explosão na cozinha da padaria Água na Boca, localizada na Rua São Mateus, bairro homônimo, também foi transferida para o Hospital João XXIII. Na época, Josiane, que era uma das proprietárias do estabelecimento, teve queimaduras no tórax, braço e rosto, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Já o caso do garoto de 12 anos ocorreu no início da tarde da última quarta-feira(10), na Rua Licínio Pereira Cortes, Bairro Ipiranga, Zona Sul, quando o adolescente estava na laje de uma casa e tentava tirar uma pipa presa aos fios energizados com um pedaço de cano. A estrutura estaria com fios de arame na ponta, o que teria provocado o curto no momento em que houve o toque aos fios. Ele foi socorrido pelo Samu e levado para o HPS.

Postado originalmente por: Tribuna de Minas – Juiz de Fora / MG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: