JF tem três hospitais com leitos de UTI 100% ocupados

Informações disponibilizadas pela Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), por meio do painel gerencial de dados da Covid-19, revelaram que até as17h30 desta segunda-feira (1º), das 12 unidades hospitalares do município (entre públicas e privadas), três tinham, até então, taxa de ocupação de 100% dos seus leitos de unidade de terapia intensiva (UTI): Hospital Universitário da Universidade Federal de Juiz de Fora (HU/UFJF), Hospital Pronto Socorro (HPS) Dr. Mozart Teixeira e Hospital São Vicente de Paulo, antigo HTO. Já o Hospital Regional Doutor João Penido está com 95% de ocupação. Os leitos destes quatro hospitais são todos credenciados via Sistema Único de Saúde (SUS).

LEIA MAIS: 

Dos 17 leitos destinados a cuidados intensivos no HU/UFJF, oito estavam ocupados por pacientes diagnosticados com Covid-19; nos outros nove estavam pacientes internados com outras enfermidades. Da mesma forma, os dez leitos UTI do HPS estavam ocupados nesta segunda, apesar disso, nenhum era por paciente diagnosticado com Covid-19. Os nove leitos UTI do Hospital São Vicente de Paulo, antigo HTO, também estavam todos ocupados por pacientes com outras doenças que não a Covid-19. Já no Hospital João Penido, dos 20 leitos UTI disponíveis na unidade, 19 estavam ocupados; todos por pacientes com diagnóstico positivo para a Covid-19. A unidade é considerada referência no atendimento a pacientes com a doença na cidade e região.

Mais de 50 pacientes com Covid-19 em UTI

Os leitos UTI são destinados a pacientes que apresentam quadro mais agudo da doença. Conforme dados municipais, até o fim da tarde desta segunda, a taxa de ocupação total destes leitos (levando em consideração todas as unidades hospitalares e internações por todas as doenças) era de 69,75%. Ou seja, dos 238 leitos destinados a cuidados intensivos na cidade, 166 estavam ocupados. Destes, 54 eram por pacientes com a Covid-19, e 112 por demais doenças (ver quadro).

Por meio de sua assessoria de comunicação, a Prefeitura informou que a taxa de ocupação de leitos UTI, assim como demais dados relacionados ao cenário epidemiológico do coronavírus em Juiz de Fora, é monitorada diariamente e que os números são dinâmicos. Apesar disso, a Administração Municipal informou que segue trabalhando para buscar a ampliação de leitos na cidade e que negociações nesse sentido estão em andamento. A Prefeitura informou, ainda, que aguarda detalhes sobre a habilitação de novos leitos UTI em Juiz de Fora, anunciada pelo Governo de Minas, na última quarta-feira. À Tribuna, a Secretaria do Estado de Saúde (SES) informou que a quantidade de leitos e locais onde os equipamentos serão instalados, serão informados ao Município.

Ainda conforme o painel gerencial da Prefeitura, a taxa de ocupação dos leitos de enfermaria, em que o paciente recebe cuidados clínicos, causa menos apreensão. Até então, 45,02% destas unidades estavam ocupadas. Ou seja, dos 1.437 equipamento de enfermaria existentes em toda a rede de saúde de Juiz de Fora, 647 estavam ocupados. Das pessoas internadas em enfermaria, 54 haviam recebido resultado positivo para a Covid-19. As outras 593 estavam internadas devido a outras enfermidades.

Postado originalmente por: Tribuna de Minas – Juiz de Fora

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: