Juiz de Fora tem 99 casos prováveis de dengue

Juiz de Fora alcançou 99 casos prováveis de dengue, conforme informativo publicado nesta terça-feira (12) pela Secretaria de Estado de Saúde (SES). Foram dez novas suspeitas registradas em relação ao boletim anterior, no último dia 27. A cidade de Juiz de Fora tem incidência de 17,4 casos para cada cem mil habitantes, considerada baixa pela pasta estadual. Do contingente de casos juiz-foranos, seis foram notificados nas últimas quatro semanas.

Na região da Zona da Mata, o município de Tocantins, distante 120 quilômetros de Juiz de Fora, é o que possui maior incidência de casos: 7179,86 para cada cem mil habitantes. A cidade com população de cerca de 16 mil habitantes, conforme o último cálculo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), tem 1.192 suspeitas de contaminação pelo mosquito Aedes aegypti, ou seja, cerca de 7,5% da população do município.

Ainda na Zona da Mata, Astolfo Dutra, Dona Euzébia, Piraúba, Rio Pomba, Rodeiro, Ubá e Visconde do Rio Branco também têm incidência muito alta da arbovirose. Enquanto Cataguases, Guidoval, Santana do Deserto e Silveirânia têm incidência considerada alta.

Minas Gerais

Em âmbito estadual, houve salto de 8.079 casos desde o último boletim. Agora, Minas Gerais tem 64.110 casos prováveis notificados à SES. A doença já matou cinco pessoas no estado, nas cidades de Alfenas, Medina, Guaxupé, Itinga e Carneirinho; há, ainda, 26 óbitos em investigação para dengue.

Em relação à chikungunya, foram registrados 1234 casos prováveis da doença neste ano, com um óbito suspeito em Campo Belo. Em Juiz de Fora, foram 14 casos notificados até então.

Já em relação à zika, foram registrados 297 casos prováveis em 2020, sendo 34 em gestantes. Juiz de Fora tem uma notificação registrada até o momento.

Postado originalmente por: Tribuna de Minas – Juiz de Fora

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: