Manifestantes fazem carreta por reabertura do comércio em Juiz de Fora

Carros concentraram-se na altura do Carrefour antes das 10h deste domingo (Foto: Fernando Priamo)

Em contrariedade à recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) para isolamento social, cerca de cem veículos, entre carros e motos, foram levados às ruas, neste domingo (29), em carreata, para pleitear a reabertura gradual do comércio de Juiz de Fora. A carreata endossa a campanha anticonfinamento “O Brasil não pode parar”, criada pelo Governo federal, mas desautorizada pela Justiça Federal do Rio de Janeiro. Alinhados ao pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro em cadeia nacional na última terça-feira (24), os manifestantes defendem o isolamento vertical, isto é, tão somente o confinamento de grupos vulneráveis ao novo coronavírus (Covid-19). A eficiência do isolamento vertical e seu impacto na saúde pública carecem de dados e estudos. Apesar de defendida por Bolsonaro, a implementação do método foi descartada na Inglaterra, na cidade de Milão, Itália, e no Estado de Nova York, Estados Unidos, por exemplo.

Acompanhados por agentes de trânsito da Secretaria de Transporte e Trânsito (Settra), por policiais militares e por guardas municipais para evitar quaisquer tipos de aglomeração, os bolsonaristas saíram em carreata pela Avenida Barão do Rio Branco, às 10h40, desde a altura do Bairro Graminha, sentido Garganta do Dilermando, de onde voltariam para o ponto de largada para encerrar o ato. Durante a concentração, os motoristas foram orientados pelos agentes de trânsito a estacionar os veículos nas pistas ao lado do canteiro central para evitar transtornos ao tráfego da Região Sul. Apesar de recomendações para a permanência dentro dos veículos, a maioria dos manifestantes permaneceu do lado de fora dos carros antes do início da carreata.  As medidas de segurança para evitar o contágio foram recomendadas, neste sábado (28), em caráter de urgência, pelo promotor de Saúde do Ministério Público de Juiz de Fora, Rodrigo Ferreira de Barros.

Matéria em atualização.

Postado originalmente por: Tribuna de Minas – Juiz de Fora

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: