Monsenhor morto em acidente é sepultado em Juiz de Fora

Carro onde estava o Monsenhor ficou destruído (Foto: Divulgação/ Corpo de Bombeiros)

Carro onde estava o Monsenhor ficou destruído (Foto: Divulgação/ Corpo de Bombeiros)

Foi velado e sepultado no domingo (11), o corpo Monsenhor Antônio Cornélio Viana, 80 anos, morto na noite do último sábado (10). O sacerdote foi vítima de um acidente de carro na BR-267, altura do Bairro Penido, região Norte, quando voltava de uma celebração. A batida frontal também causou a morte de Ilda Maria Nader Araújo, 75, sua amiga pessoal e colaboradora na Paróquia Nossa Senhora das Estradas, em Igrejinha, Zona Norte de Juiz de Fora. Conforme a Arquidiocese, milhares de pessoas passaram pela Catedral Metropolitana na manhã e na tarde deste domingo (11) para prestarem suas últimas homenagens ao Monsenhor.

De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente foi registrado por volta de 20h, e as vítimas fatais estavam em uma Celta, que seguia em direção a Juiz de Fora. Quando os idosos passavam próximos ao Km 127 da rodovia, foram surpreendidos por uma caminhonete Fiat Strada, que teria invadido a contramão, batendo de frente no Celta, que ficou destruído com o impacto.

Segundo a PRF, o condutor da Strada, 47 anos, foi submetido ao teste de etilômetro, que teria comprovado que ele estaria sob efeito de álcool . O Monsenhor, que conduzia o carro, e a Ilda Maria foram socorridos pelo Samu em estado grave, mas não resistiram aos ferimentos e morreram ainda a caminho do hospital. O motorista da Strada não se feriu com gravidade.

Monsenhor Antônio Cornélio foi sepultado na tarde de domingo no Cemitério da Glória, bairro homônimo. Já dona Ilda, como era conhecida, foi velada e sepultada em Bom Jardim de Minas, sua cidade natal.

as vítima chegaram a ser socorridas, mas não resistiram, aos ferimentos (Foto: Divulgação/ Corpo de Bombeiros)

As vítima chegaram a ser socorridas, mas não resistiram, aos ferimentos (Foto: Divulgação/ Corpo de Bombeiros)

Últimas homenagens

A missa de corpo presente de Monsenhor Viana foi presidida pelo arcebispo metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira, e concelebrada por dezenas de padres e diáconos da Arquidiocese. Duas missas lembrarão o sétimo dia de falecimento de Monsenhor Viana: na sexta-feira, 16 de junho, na Matriz Nossa Senhora da Piedade, em Igrejinha, e no sábado (17), na Catedral Metropolitana. Os horários de ambas as celebrações ainda serão divulgados.

Ordenado presbítero em 20 de dezembro de 1969, Monsenhor Viana completou 80 anos no último dia 5 de maio. Nascido em Carvalhos (MG), o sacerdote foi pároco da Catedral de 2002 a 2014, passou por diversas paróquias e, por vários anos, foi Vigário Geral da Arquidiocese e administrador do Ceflã. Atualmente, trabalhava na Paróquia Nossa Senhora das Estradas, em Igrejinha.

Postado originalmente por: Tribuna de Minas – Juiz de Fora / MG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: