PJF contabiliza 1.218 solicitações de reparo em pontos de iluminação pública

Ao menos 1.218 pedidos de reparos em pontos de iluminação pública aguardam atendimento em Juiz de Fora. O número foi confirmado pela assessoria da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), em contato com a reportagem da Tribuna. O setor de manutenção enfrenta problemas para atender a toda a demanda desde a lacuna deixada pela saída da empresa responsável pelo serviço, ocorrida entre fevereiro e maio deste ano. A expectativa da Prefeitura é que até meados de setembro todas as reclamações sejam atendidas.

Segundo nota da PJF, entre 4 de maio e 23 de julho, o setor elétrico de iluminação da Prefeitura acumulou 6.071 pedidos. Desses, 4.873 foram resolvidos (aproximadamente 80%), restando 1.218 em aberto. As equipes de manutenção atendem a cerca de 65 solicitações diárias, e “a previsão é de que em setembro o serviço esteja normalizado, no que tange ao prazo de atendimento”, informa a Administração pública.

Ainda segundo a Prefeitura, durante os meses de maio e junho, período de retomada dos serviços após o imbróglio envolvendo processo licitatório, as equipes trabalharam durante sábados e feriados para diminuir a fila de pendências. Mesmo em meio à pandemia de coronavírus, o atendimento na rua está funcionando com a totalidade da capacidade.

As solicitações podem ser feitas pelo telefone 3218-3777 ou pelo Whatsapp 98460-7721. O aplicativo Colab também registra as demandas. Só é necessário fazer o pedido uma vez em um dos canais, e o serviço será agendado de maneira intercalada com as demandas represadas.

Problema persistente

A manutenção da iluminação pública em Juiz de Fora é problema recorrente desde fevereiro, quando teve início uma lacuna, que duraria três meses, de empresa responsável pelos serviços de reparo. O contrato da empresa que realizava o trabalho terminou no dia 6 de fevereiro, e, após atraso na licitação para contratação da sucessora, a questão burocrática foi resolvida em 4 de maio. Durante o período, foram cerca de 1.800 reclamações de usuários não atendidas, envolvendo lâmpadas queimadas e problemas técnicos.

Em razão dos problemas enfrentados pela falta de manutenção, uma reunião na Câmara Municipal de Juiz de Fora ocorreu em maio. Na época, cogitou-se até mesmo a possibilidade de mudança na estrutura do serviço, que é realizado pelo setor elétrico e de iluminação da Empresa Municipal de Pavimentação e Urbanização (Empav) desde 2015. “As atividades de manutenção de parques e jardins e poda de árvores serão do Demlurb, enquanto os serviços relacionados à iluminação pública e à fabricação de artefatos de cimento serão centralizados pela Secretaria de Obras”, disse, na ocasião, a secretária de Administração e Recursos Humanos, Andréia Goreske. Até o momento, no entanto, a alteração não foi efetivada.

 

O post PJF contabiliza 1.218 solicitações de reparo em pontos de iluminação pública apareceu primeiro em Tribuna de Minas.

Postado originalmente por: Tribuna de Minas – Juiz de Fora

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: