PJF propõe criação do Conselho Municipal de Segurança Urbana e Cidadania

A Prefeitura de Juiz de Fora propôs à Câmara Municipal, nesta quinta-feira (11), a criação do Conselho Municipal de Segurança Urbana e Cidadania. A proposição tem por finalidade alinhar a política pública de segurança do município à Lei Federal nº 13.675, promovendo a participação popular em debates ligados à segurança pública. O Conselho deverá ser o principal canal de interlocução entre a população, que tornará as demandas de segurança conhecidas, e as instituições oficiais, a fim de tomar medidas efetivas para resolucionar os problemas.

Diante desta perspectiva, a Secretaria de Segurança Urbana e Cidadania (Sesuc) apresentou, na quarta (10), o plano de ação da Guarda Municipal, que contém, além da avaliação de sua estrutura, novos projetos, criação do código de ética e medidas de integração com órgãos públicos e a população. Conforme a Sesuc, o desenvolvimento do plano de ação iniciou-se a partir de um encontro entre todo o efetivo, ocorrido em março, onde foram apresentados pontos de melhoria, oportunidades e pontos fortes e fracos que interferem na instituição. Esta foi a primeira vez, em dez anos de atuação, que a Guarda Municipal promoveu um encontro como esse.

O plano possui 42 metas apoiadas em três diretrizes, sendo elas: ação integrada, estrutura renovada e serviços de excelência. Dentro de tais diretrizes estão ações como meta, responsabilidades, atores envolvidos, custos, produto gerado, indicadores, prazo, e detalhes relacionados às ações que já estão em andamento.

Aprimorar a eficiência

No último mês, o secretário de Segurança Urbana e Cidadania, José Sóter de Figueirôa Neto, esteve em Brasília para buscar recursos para aprimorar a eficiência da Guarda Municipal na cidade. A finalidade do encontro, que teve participação do secretário nacional de Segurança Pública, Guilherme Cals Theophilo, do presidente da Comissão de Segurança Pública da Câmara, vereador Sargento Mello Casal (PTB), e a comandante da Guarda Municipal, Emilce de Castro, seria garantir melhores condições de trabalho para a tropa, pleitear recursos e potencializar ações. A partir disso, foi criado um grupo de trabalho para verificar a legalidade do possíveis repasses de verbas por parte dos órgãos públicos que já atuam em parceria com a corporação, como a Settra, a Secretaria de Meio Ambiente e Ordenamento Urbano (Semaur), assim como as pastas de Saúde e Educação.

O post PJF propõe criação do Conselho Municipal de Segurança Urbana e Cidadania apareceu primeiro em Tribuna de Minas.

Postado originalmente por: Tribuna de Minas – Juiz de Fora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: