Polícia Civil apura caso envolvendo pai suspeito de agredir filho de um ano

O pai que teria espancado uma criança de 1 ano, no Bairro Ladeira, foi indiciado pela Polícia Civil pelo crime de tortura. Na tarde desta quarta-feira (07), a delegada Larissa Mascotte, titular da 5ª Delegacia, informou que ele irá responder pelo crime na modalidade castigo, que prevê pena de dois a oito anos de prisão. “A mãe estava no trabalho quando ele feriu a criança, que apresentava diversas lesões pelo corpo, como mordidas e queimaduras de cigarro, e ainda lesões que podem ter sido provocadas por um objeto contundente. A mãe não relatou qualquer motivo que levaria o pai a cometer essas lesões e nunca desconfiou dele em relação à criança. A princípio, não há nenhum motivo aparente para que ele tenha cometido a agressão”, explicou a delegada, acrescentando que o suspeito tem diversas passagens policiais por furto, tráfico de drogas, lesão corporal e corrupção de menores, entre outros.

O crime foi registrado no dia 31 de maio, quando a mãe encontrou a criança machucada. O suspeito chegou a ir ao hospital com a vítima, mas fugiu após perceber que o crime poderia ser descoberto. Após examinar o bebê, a médica que o consultou constatou lesões por todo corpo. Havia ferimentos no rosto, orelhas, pernas, tórax e inchaço no couro cabeludo, apontando que havia ocorrido agressão.

Segundo Larissa, a mãe da criança e outras testemunhas foram ouvidas nesta semana. O laudo pericial evidenciou oito lesões pelo corpo da vítima. Um exame pericial complementar também deverá ser feito, em 30 dias, para detectar se o menor ficou com sequelas em razão das agressões. O pai do bebê ainda não foi localizado pela Polícia Civil para prestar declarações, mas a prisão preventiva dele já foi requerida junto à Justiça.

Postado originalmente por: Tribuna de Minas – Juiz de Fora / MG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: