Quadrilha armada faz gerente de firma e pelo menos mais dez reféns durante roubo

Atualizada às 13h55

Sede da empresa em Juiz de Fora fica no Bairro Cerâmica (Foto: Felipe Couri)

Sede da empresa em Juiz de Fora fica no Bairro Cerâmica (Foto: Felipe Couri)

O gerente de uma empresa de segurança, seus familiares e pelo menos dois funcionários, além de uma outra família, residente em Monte Verde, foram feitos reféns e mantidos em cativeiro durante um roubo ocorrido na noite desta quinta-feira (1), em Juiz de Fora. De acordo com as primeiras informações da Polícia Militar, a ação foi orquestrada e pode ter ocorrido simultaneamente também em Belo Horizonte, onde está a sede da Brink’s, que transporta valores e onde funcionários também teriam sido feitos reféns.

Em Juiz de Fora, duas famílias e funcionários foram mantidos em cativeiro em uma casa em Monte Verde toda a noite por uma quadrilha fortemente armada. Segundo os moradores do imóvel, os bandidos chegaram identificando-se como policiais e então anunciaram o crime. Eles teriam informado que usariam o imóvel, “escolhido a dedo”, apenas por uma noite.

Em seguida, outros criminosos chegaram com funcionários da firma assaltada e com o gerente da empresa e seus familiares. Alguns dos reféns teriam sido sequestrados em um edifício no Bairro Santa Luzia. Uma das vítimas é uma mulher grávida de 9 meses. Eles só foram liberados na manhã desta sexta-feira. Segundo informações da Polícia Civil, todos passam bem. Um valor expressivo da empresa, mas a quantia ainda não foi informada.

Efetivos das polícias Militar e Civil, com apoio do helicóptero Pégasus, estão empenhados nas buscas durante a manhã e no início desta tarde. Um dos automóveis usados na ação, um Volkswagen Jetta, foi encontrado abandonado perto do Hotel Pepita, próximo à Rodoviária de Juiz de Fora. Ainda não há maiores detalhes sobre como a ação ocorreu. A ação da PM está sendo coordenada pelo comandante da 4ª RPM, coronel Alexandre Nocelli. Na sede da empresa em Juiz de Fora, um funcionário informou que por enquanto não há responsáveis para dar entrevistas à imprensa.

Por meio de nota enviada pela assessoria de imprensa, a Brink’s esclarece que “as investigações sobre a ocorrência estão sendo conduzidas pelas autoridades competentes e que a empresa está colaborando para o andamento das apurações. Nenhum colaborador da empresa ficou ferido durante o ocorrido.”

Postado originalmente por: Tribuna de Minas – Juiz de Fora / MG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: