Queda de árvore fecha Avenida JK e causa gargalo no trânsito

A queda de uma árvore na Avenida JK, na altura do Bairro Cidade do Sol, na Zona Norte, ocasionou obstrução no trânsito para quem precisava chegar na região na noite de quinta-feira (30). Por conta do ocorrido, o fluxo de veículos foi desviado para o Acesso Norte, entretanto, a ação acabou causando retenção na via. Relatos de moradores apontam demora de até três horas para chegar em seus destinos.

O repórter da Tribuna Renan Ribeiro foi uma das pessoas afetadas pelo congestionamento no Acesso Norte. Conforme o jornalista, morador do Bairro Nova Era, a dificuldade começou por volta das 20h50, quando ficou por cerca de 30 minutos em um ponto de ônibus localizado na Avenida Getúlio Vargas, região central, aguardando um coletivo para a Zona Norte. Neste intervalo, poucos veículos chegaram ao ponto, segundo ele. No caminho para a região, o ônibus que o repórter havia embarcado parou no trânsito na altura do Bairro Jóquei Clube.

“Somente por volta das 22h40 conseguimos acessar a cancela da entrada do Bairro Barbosa Lage. Nesse meio tempo, muitas pessoas desistiram de ir de ônibus e começaram a descer e ir à pé para casa. Algumas, antes de descer, comentaram sobre outros conhecidos em ônibus que tinham passado antes das 18h e permaneciam no trânsito”, conta. O repórter chegou no Bairro Nova Era apenas por volta das 23h25.

O problema também afetou a atendente de Central de Relacionamento Flávia Cyrne da Silva. Só no ponto de ônibus no Centro, a moradora da Zona Norte aguardou ônibus para seu bairro por mais de duas horas. Já no coletivo, o horário para chegar em sua residência ainda se prolongou. “As pessoas que chegam no ponto comigo estão acostumadas a pegar às 19h30, mas só estão voltando para a casa agora (22h50). Eu acho que Juiz de Fora deveria ter outros caminhos, outros atalhos para diminuir o congestionamento. Olha o tempo que estamos no ônibus, todo mundo cansa.”

A vendedora Mariana Morim Rocha se surpreendeu com o ocorrido logo enquanto aguardava um coletivo para ir para casa. “Eu levei um susto porque o ponto estava muito cheio e ficamos na chuva. Agora, quase 23h, estamos esperando o ônibus chegar perto do Nova Era.” Ela cogitou usar transporte por aplicativo antes de embarcar no ônibus, mas descartou após descobrir sobre o congestionamento. “Não ia adiantar muita coisa e eu ia gastar um dinheiro que não tinha.”

Viagens em falta

A retenção que afetou o trânsito na Zona Norte nesta quinta-feira acabou provocando atraso nos coletivos e, consequentemente, um número menor de viagens. Conforme o cobrador de ônibus Roberto Marques, no início da tarde, quando houve a queda da árvore na Avenida JK, o trânsito foi desviado para dentro de um estacionamento, onde funciona a empresa Açotel, entretanto, a medida não foi o suficiente para manter as linhas de ônibus no horário regular. “Fizemos duas viagens apenas. Já era para termos parado às 21h e seguido outra linha. Porém, depois do acontecido, tivemos que esticar o horário”, explica. “Em um dia normal, nós fazemos três viagens no Nova Era.”

Por meio de sua assessoria de imprensa, a Secretaria de Transportes e Trânsito (Settra) da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) informou que esteve no local auxiliando os motoristas e desviando o trânsito. A pasta dependia da retirada da árvore para liberação da Avenida JK, que teria ocorrido por volta de 4h desta sexta-feira (31). Todo o fluxo de veículos foi desviado para o Acesso Norte.

A Tribuna entrou em contato com a Cemig para saber da retirada da árvore e eventuais consequências na região, como interrupção do fornecimento de energia. A reportagem será atualizada assim que a companhia enviar a resposta.

Postado originalmente por: Tribuna de Minas – Juiz de Fora

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: