Rodoviários de JF cobram cumprimento de acordo coletivo e ameaçam greve

O Sindicato dos Rodoviários de Juiz de Fora (Sinttro/JF) emitiu nota, nesta terça-feira (20), comunicando a possibilidade de greve dos trabalhadores do transporte coletivo nos próximos dias. Conforme o Sinttro, as cláusulas do acordo coletivo assinado em 2020 estariam sendo descumpridos por parte das empresas. No comunicado, o sindicato solicita a retomada do fornecimento da cesta básica conforme consta no acordo da classe com os empregadores, assim como o reajuste de 2,5% no valor do tíquete-alimentação e a redução do valor da co-participação de R$ 37 para R$ 10 em junho de 2021.

A categoria anunciou, também por meio da nota, que vai cobrar seus direitos por meio do departamento jurídico, mas, caso o acordo não volte a ser cumprido, a realização de uma greve não é descartada. “Queremos que as empresas cumpram o que foi assinado e o que eles têm que repor para o trabalhador. A categoria está muito apreensiva e precisa muito desses benefícios completos. Há famílias que têm número grande de pessoas que necessitam desses alimentos”, explica o vice-presidente do Sinttro, Claudinei Janeiro, à Tribuna. De acordo com ele, uma reunião para discutir o assunto foi realizada nesta segunda-feira (20), mas somente uma das três empresas do transporte coletivo teria participado do encontro. Ainda conforme Claudinei, não foi encontrada solução para a situação.

“Não queremos nenhum tipo de movimento que prejudique a população, como a paralisação, mas não descartamos essa possibilidade. Estamos sendo cobrados pelos trabalhadores. Demos a nossa cota de participação para ajudar as empresas no período da pandemia. Na hora de retomar o benefício que foi retirado da categoria, fica esse jogo de empurra. Queremos que seja cumprido o que está no acordo coletivo”, diz Claudinei.

Por meio de nota, a Associação Profissional das Empresas de Transportes de Passageiros de Juiz de Fora (Astransp) informou que a questão está sendo tratada e resolvida em reuniões realizadas com os diretores do sindicato da categoria profissional.

Postado originalmente por: Tribuna de Minas – Juiz de Fora

%d blogueiros gostam disto: