Vigilantes trocam tiros na represa de Chapéu D’uvas

Vigilantes de uma empresa terceirizada que trabalham na segurança da área interna da represa de Chapéu D’Uvas, localizada na Zona Norte de Juiz de Fora, foram alvos de disparos feitos por um grupo que usava o local irregularmente. Os funcionários precisaram atirar também para se defender. O caso aconteceu por volta de 16h de domingo (4), quando um dos vigilantes fazia uma ronda pela área e avistou três pessoas em um barco. Um dos indivíduos estava urinando sobre a garagem flutuante do local e foi advertido. Neste momento, o suspeito e os colegas começaram a xingar o vigia e a lhe ameaçar de agressão.

O outro funcionário então foi até o ponto ajudar o colega e pediu que o trio se retirasse da represa. Exaltado, um dos homens sacou um revólver e disse que era delegado. Em seguida, os vigias escutaram dois disparos de arma de fogo. Eles então revidaram e atiraram duas vezes para conseguirem recuar e se abrigar. Ninguém se feriu. A PM foi acionada, mas, quando os militares chegaram ao local, os suspeitos já haviam fugido.

Postado originalmente por: Tribuna de Minas – Juiz de Fora / MG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: