Violência nas unidades de saúde de Juiz de Fora é tema de debate

Foto: Felipe Couri

Novo debate deve ser realizado em cerca de 15 dias (Foto: Felipe Couri)

A violência contra os profissionais de saúde em Juiz de Fora foi tema de mais um debate nessa quarta-feira (31). Dados colhidos pelo Sindicato dos Médicos apontam que, de janeiro a abril deste ano, 18 casos de violência contra profissionais foram registrados. Porém, para a entidade, o problema é mais abrangente. “Sabemos que o número de casos foi muito maior, pois, muitas vezes, não há registros. Mais da metade deles é resolvido nas próprias unidades. Na área de Saúde, a violência acontece quando há um estopim, pois o usuário enfrenta vários problemas.”

Conforme José Nalon, delegado do Conselho Regional de Medicina, órgão que idealizou a reunião, um novo debate deve ser realizado em cerca de 15 dias. “Foi o início de um debate que precisa ser ampliado. Vamos tentar, inclusive, levar essa discussão para a Câmara Municipal. O que percebemos é que a raiz da violência é multifatorial, e decorre da precariedade da segurança pública, da crise permanente na assistência, da insuficiência de leitos e da deficiência de recursos humanos, entre outros. O usuário não encontra soluções e acaba culpando o médico, que também sofre com isso. Por isso, precisamos melhorar a sociedade como um todo”.

Postado originalmente por: Tribuna de Minas – Juiz de Fora / MG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: