Apaixonado por antiguidades, idoso constrói museu dentro de casa

O Jornal Candidés de hoje conta a história de um senhor de 70 anos que construiu um museu dentro de casa. No lugar é possível encontrar quase de tudo. São mais de 1500 discos de vinil, máquinas de costurar e até uma mercearia, além de rádios, máquinas de escrever e livros que contam a história de Divinópolis. 

Todo mundo sabe o quanto o povo mineiro é receptivo. Tomar um café e comer um bolo de milho foi a maneira encontrada pelo Seu Antônio Eustachio para convidar nossa equipe de reportagem a conhecer o museu Altina Gomes, que fica dentro de sua própria casa. 

Um dos xodós do museu é uma cadeira antiga usada por dentistas. As bicicletas, de 1935 e 1938 venceram a barreira do tempo e funcionam até hoje. A paixão pelo café também move seu Tonico, como é carinhosamente chamado, são vários moedores de modelos e épocas diferentes. As comunicações também tem seu espaço de destaque, no museu tem de maquinas de escrever, rádios e câmeras fotográficas a revistas antigas e em uma delas é possível ver Divinópolis sendo erguida, com imagens da construção da Praça do Santuário, por exemplo.

Seu Tonico tem muita coisa no museu de casa, muita coisa mesmo! Tem uma caixa antiga com cédulas do extinto cruzado e até uma bomba de combustível. Além disso, ainda tem espaço para a mercearia do amigo, Moacir, que o ajudou a construir o museu. 

Dona Irani, que é casada com Tonico há quase 50 anos, revela que o marido sempre gostou de colecionar. E entre a atualidade e antiguidade, o companheirismo, a amizade e o amor se encontram para ver e ouvir o que é impossível deixar ir. 

Postado originalmente por: TV Candides

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: