Mulheres que desenvolvem trabalhos sociais são homenageadas pelo Jornal Candidés

No Brasil existem mais de 100 milhões de mulheres, ou seja, 51,5% da população do país é formada por elas, que se desempenham às mais diversas funções das mais distintas possíveis. Algumas delas escolheram ajudar o próximo com trabalhos sociais. Foi assim no caso da Maria Ramos, que hoje em dia ajuda andarilhos e moradores de rua.

Mas não é só a Maria que conseguiu de alguma forma ajudar as pessoas. A Skarlait Neves sentiu as indiferenças do mundo quando teve suas filhas. As três são autistas e as dificuldades eram enormes. Foi aí que ela percebeu que precisava fazer mais e fundou a ONG Céu Azul em Divinópolis, que atende e dá suporte a crianças com autismo. O local vive apenas de doações, mas em nenhum momento Skarlait pensou em desistir. 

Ainda falando em barreiras, vamos embarcar na história de Cidah Viana. Quem não conhece a doutora palhaça mais famosa da cidade? Mas se você acha que há 18 anos, quando ela decidiu criar o projeto que leva alegria para pessoas que estão internadas foi fácil, está muito enganado.

Hoje essas três mulheres carregam na bagagem da vida uma experiência única. No olhar de cada uma dá para ver o brilho do dever cumprido e da vontade de fazer sempre mais. 

Postado originalmente por: TV Candides

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: