Acusado de matar servidora pública em Poços é condenado a 18 anos de prisão

Foi finalizado na noite dessa sexta-feira o júri popular de cinco pessoas acusadas do homicídio da ex servidora pública Andréa Araújo de Almeida, que ocorreu em 2014. O principal suspeito, João Batista dos Reis, conhecido como João Papelão, foi sentenciado a 18 anos de prisão, porém ele irá recorrer em liberdade. Outras três pessoas foram condenadas e uma absolvida.

Postado originalmente por: TV Plan

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: