Idosa recebe alta 1 mês após incêndio que causou mortes em Uberlândia

Teve alta médica nesta segunda-feira, 15 de julho, uma idosa de 61 anos, que teve as pernas queimadas em um incêndio em residência no Bairro Santa Rosa, registrado no dia 17 de junho deste ano. A tragédia deixou dois mortos e três feridos, todos da mesma família.

A Rede Vitoriosa acompanha o caso desde o início. O fogo consumiu quase todo o imóvel da Rua Maria Cristina. Três pessoas ficaram em estado grave: um homem teve mais de 80% do corpo queimado e morreu 5 dias depois; a esposa dele estava grávida de 8 meses e perdeu o bebê no dia seguinte ao fato; uma idosa, de 61 anos, que teve as duas pernas queimadas e ficou 28 dias internada no setor de queimados do HC-UFU. Um menino de 6 anos inalou muita fumaça e precisou de atendimento médico, mas foi liberado em poucas horas.

A jovem de 24 anos, que perdeu o bebê a poucos dias de tê-lo nos braços segue internada em estado grave na UTI do Hospital de Clínicas da UFU.

De acordo com os bombeiros, o fogo teve início no quarto onde o casal dormia. A Defesa Civil informou que o imóvel precisou ser interditado devido ao abalo nas estruturas de alguns cômodos, que precisarão ser reformados, pois oferecem risco aos moradores. Não se sabe ao certo o que provocou o incêndio.

 

Grávida e marido têm quase 100% do corpo queimado em incêndio; criança e mulher se feriram

Gestante que teve 80% do corpo queimado durante incêndio em residência no Santa Rosa perde o bebê

Morre no HC-UFU homem que teve 100% do corpo queimado durante incêndio em residência

Postado originalmente por: Portal V9 – Vitoriosa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: