Quadrilha tortura integrantes após roubo mal sucedido e morte de comparsa; 8 são presos

Dois homens, suspeitos de matar um comparsa na noite de quarta-feira, 5, durante uma tentativa de roubo de carga na BR-365, em Uberlândia foram presos pela Polícia Militar (PM) nesta sexta-feira, 7 de junho. O detalhe é que a Polícia Militar chegou no momento exato em que Wagner, de 22 anos, e Tainan, de 25, estavam sendo torturados pelo restante da quadrilha, que não aceitou o roubo mal sucedido e a morte de um integrante do bando. Ao todo, oito pessoas foram presas.

Foram apreendidas cinco armas de fogo: uma espingarda calibre .12, duas pistolas .380, um revólver .38 e uma pistola 9mm, além de um colete a prova de balas, porções de maconha, LSD, cocaína, uma balança de precisão, vários celulares e películas protetoras de tela de celular.

Por volta de 23h de quarta-feira, Wagner, Tainan e Gabriel Roger tentaram assaltar um caminhoneiro que transportava soja para laboratório, de Coromandel para Uberlândia. O trio estava em um Gol, que emparelhou com o caminhão. Os bandidos mandaram o caminhoneiro parar, mas ele perdeu o controle da direção. Os assaltantes atiraram várias vezes no veículo. A vítima não foi atingida, mas um dos criminosos levou um tiro na cabeça durante a confusão e morreu. O corpo de Gabriel Roger Duarte Silva, de 24 anos, foi jogado em uma estrada de terra que dá acesso ao Bairro Vila Marielza, às margens da rodovia onde aconteceu a tentativa de roubo.

Militares identificaram os criminosos após serem informados de que Gabriel teria sido morto pelos comparsas durante o assalto, e foram até a casa deles, no Bairro Morumbi. No local foi encontrada uma quadrilha composta por 8 pessoas, inclusive os comparsas de Gabriel.

No momento da chegada da polícia no imóvel, de acordo com o tenente Peixoto, os suspeitos Wagner, de 22 anos, e Tainan, de 25, estariam sendo torturados pelo resto da quadrilha devido à morte de Gabriel e pelo fato de o assalto ter dado errado. Por pouco os comparsas de Gabriel não foram mortos.

A prisão da quadrilha foi um dos mais importantes resultados da Mega Operação Alferes, desencadeada no início da madrugada de quinta-feira, 6.

Polícia apreende 25 kg de maconha e máquina para pagamento com cartão, no Dom Almir

Polícia Militar desencadeia Mega Operação Alferes, de combate a tráfico, roubos e outros crimes

Postado originalmente por: Portal V9 – Vitoriosa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: