Suspeita de espalhar fake news sobre caixões com pedras tem celular apreendido e grava vídeo com pedido de desculpa

A mulher que teria gravado um vídeo espalhado uma notícia falsa sobre caixões sendo enterrados com pedras e papelão em Belo Horizonte-MG foi identificada pela Polícia Civil (PC). Ela prestou depoimento e gravou um vídeo pedindo desculpas pelo ocorrido nesta quarta-feira, 6.

Policiais localizaram a suspeita em Campanha-MG e realizaram a abordagem, momento em que a mulher decidiu gravar o vídeo pedindo desculpa. Ela foi ouvida por agentes da 4ª Delegacia da PC e teve o celular apreendido para passar por perícia e dar continuidade as investigações.

Nas imagens gravadas inicialmente, a mulher afirma que caixões enterrados em BH tinham apenas pedras e papelão. Ela ainda supõe que as vítimas de coronavírus na cidade morreram por outros motivos. Já no vídeo gravado recentemente, ela agradece o trabalho da PC e pede desculpas ao prefeito da cidade, governador de Minas Gerais e famílias que se entristeceram com a notícia falsa. “Não era minha intenção. Eu não propaguei, mas quero agradecer e dizer que estou arrependida. Sofri bastante com tudo que aconteceu e estou aqui para pedir perdão”, afirmou.

Para polícia, a suspeita afirmou que ouviu a história dos caixões e decidiu gravar um vídeo e publicar no Facebook para divulgar apenas entre a família. De acordo com o delegado Wagner Sales, chefe do 1° Departamento de Polícia Civil, a mulher pode pegar uma pena de até nove anos de prisão, além de multa. “O início das investigações apontam para o fato de produção de fake news, com a responsabilização da autora por eventual crime de denunciação caluniosa, difamação contra autoridade pública municipal e também a contravenção penal de produzir pânico e tumulto”, revelou.

Postado originalmente por: Portal V9 – Vitoriosa

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: