Homem confessou crimes cometidos contra jovens em Capelinha, informa Polícia Civil

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) cumpriu na terça-feira (5/5/2020) mandados de prisão temporária contra dois suspeitos, de 24 e 55 anos, de assassinar dois jovens dados como desaparecidos, desde dezembro de 2016, na cidade de Capelinha.

A PCMG apurou que um homem de 44 anos, principal suspeito de planejar os crimes, mantinha relação amorosa com as vítimas, de 15 e 18 anos. Em abril deste ano, este mesmo suspeito teria matado outro adolescente, desta vez no estado do Paraná. Antes de cometer suicídio, o homem confessou à irmã os crimes cometidos contra os jovens em Capelinha, indicando ainda a participação dos outros dois suspeitos, presos pela PCMG.

A dupla presa teria auxiliado o homem de 43 anos nos assassinatos e ocultação dos cadáveres. “Com as informações colhidas durante as diligências, os policiais intensificarão as buscas pelos restos mortais das vítimas que, quando localizadas, serão submetidas a exame de DNA para as devidas identificações”, informou o Delegado do caso, Marcos Eduardo Cruz Valverde.

Após serem detidos, os suspeitos foram conduzidos à Delegacia de Polícia Civil em Capelinha, onde as prisões foram formalizadas, e em seguida recolhidos ao Sistema Prisional, permanecendo à disposição da Justiça.

Desaparecidos

Lucas Martins Simões e Willian Rodrigues estão desaparecidos desde dezembro de 2016. Na época, conforme informações de familiares, eles tinham 15 e 18 anos, respectivamente. A suspeita é de que os dois jovens foram assassinados e enterrados em um sítio na região do Cisqueiro, na zona rural de Capelinha.

Essa informação surgiu após uma ocorrência em Mandirituba, na Região Metropolitana de Curitiba (PR), no dia 14 de abril deste ano. Segundo a polícia paranaense, Edvaldo Evangelista Alves dos Santos matou o adolescente Dhiewry Luan Bonete Paz e, antes de tirar a própria vida, teria ligado para familiares e confessado a morte dos dois adolescentes desaparecidos em Capelinha.

Reportagem sobre crime no Paraná

Quer saber as notícias do Aconteceu no Vale em primeira mão? Siga-nos no Facebook @aconteceunovale, Twitter @noticiadosvales e Instagram @aconteceunovale.

Postado originalmente por: Aconteceu no Vale

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: