Polícia Civil prende grupo criminoso que aterrorizava caminhoneiros no Vale do Jequitinhonha

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), através da 2ª Delegacia Regional de Pedra Azul, no Vale do Jequitinhonha, obteve sucesso em identificar e prender um grupo criminoso que vinha aterrorizando caminhoneiros em rodovias da região. A quadrilha composta por cerca de quinze indivíduos, entre adultos e adolescentes, geralmente agia na BR-251 e na BR-116, na área conhecida por “Cariri”, com o uso de armas de fogo. A polícia constatou que o bando agia de forma violenta e realizava castigo físico contra as vítimas, para que estas atendessem as suas ordens. Ainda assim, conforme as investigações, os caminhoneiros eram obrigados a descerem dos seus veículos e amarrados no meio do mato, enquanto os autores roubavam valores em dinheiro do frete, além de pertences pessoais, tais como telefones celulares e outros. Não obstante, constatou-se que em algumas ocasiões, o bando também demonstrava interesse na carga transportada pelas vítimas, razão pela qual muitas vezes se puseram a subtrair parte do seu conteúdo.



No crime mais recente, ocorrido na madrugada do dia 24 de março de 2019 (domingo), o grupo criminoso, com o emprego de armas de fogo (espingardas e revólver), abordou um motorista de caminhão que estava acompanhado por sua esposa e uma criança, ocasião em que sob ameaças de morte, eles foram obrigados a descerem do veículo e, de forma violenta, foram agredidos e forçados a entrarem descalços em uma área de vegetação de espinhos. Na oportunidade, foram roubados cerca de R$ 5.000 em dinheiro, 03 (três) cheques “troco” de valores diversos, bem como 03 (três) telefones celulares e outros objetos pessoais.

Ao final dos serviços policiais foram recuperados com os autores a quantia aproximada de R$ 3.000 (três mil reais) em dinheiro, 03 (três) telefones celulares, alguns documentos e objetos pessoais das vítimas, além de 01 (uma) das armas de fogo utilizadas no cometimento do crime.

Por fim, segundo a PC, vale ressaltar que se identificou que o bando também estava direcionando as suas ações para o cometimento de crimes de furto e roubo de cargas, oriundo de acidentes nas rodovias e/ou enquanto os veículos de carga apresentavam problemas mecânicos, e por isso eram obrigados a parar nas rodovias.

“Reforçam este entendimento o fato de que também foram apreendidos em poder dos autores alguns objetos como rádios PX, tacógrafos e aparelhos de som”, diz comunicado da Polícia Civil.

Os serviços policiais foram presididos pelo Delegado Regional Dr. Amaury Tomaz Tenório de Albuquerque e desencadeados pelo inspetor Silgênio, em companhia dos investigadores Alvaci, Adeilton, André e Alexsandro, e também pelo Escrivão de Polícia Nélio Soares.

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Foto: Divulgação/Polícia Civil

VER PRIMEIRO

Receba as notícias do Aconteceu no Vale em primeira mão. Clique em curtir no endereço www.facebook.com/aconteceunovale ou no box abaixo:

 

Postado originalmente por: Aconteceu no Vale

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: