Centro-sul de Minas tem maior incidência de coronavírus

Com quatro mortes provocadas pelo Coronavírus, 370 casos confirmados e mais de 39 mil  suspeitos, Minas Gerais apresenta hoje um pico de casos no centro-sul do Estado e baixa incidência nas regiões mais ao norte. Se essa situação se mantiver, o Estado poderá trabalhar de forma planejada, mantendo, num primeiro momento, atuação intensa nas regiões mais atingidas, especialmente a Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). Num segundo pico da pandemia, o governo teria como concentrar recursos nos municípios das outras regiões.
Essas e outras informações foram trazidas pelo secretário de Estado de Saúde, Carlos Eduardo Amaral, à Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), em Reunião Especial de Plenário realizada nesta quinta-feira (2/4/20). O objetivo da Assembleia foi saber como o Governo de Estado tem conduzido as ações de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus.
Carlos Eduardo Amaral afirmou que houve, até 31 de março, 347 internações por suspeita de coronavírus, sendo 70 em unidades de terapia intensiva (UTIs) e 277 em leitos clínicos. Ele completou que houve picos de internações, em 25 e 31 de março, com 100 em cada data. Já em 1º de abril, o número caiu para menos de 60.

Postado originalmente por: VinTV

%d blogueiros gostam disto: