Consumidores reclamam de aumento na conta de Luz durante pandemia

A importância da manutenção dos investimentos da Cemig e do tratamento diferenciado aos consumidores durante a pandemia pautaram a sabatina do presidente da empresa, Reynaldo Passanezi Filho, nesta quarta-feira (6/5/20), no Plenário da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG).
Respondendo a questionamento de vários parlamentares, Passanezi reiterou que os consumidores residenciais que consomem até 220 kWh terão as tarifas de energia pagas pela União, por três meses. Também estão suspensos cortes de serviços emergenciais até o fim de junho.
“Estamos incentivando o cadastro de mais famílias com esse perfil e também conversando com municípios e com a União sobre a possibilidade de isenção da taxa de iluminação pública e das incidências de PIS e Cofins”, reiterou o presidente da Cemig.
A preocupação com o comércio e a indústria também foi manifestada por parlamentares, entre os quais o presidente da Comissão de Desenvolvimento Econômico, deputado Tiago Cota (MDB), que participou de forma presencial da reunião.
Passanezi esclareceu que as microempresas, assim como hospitais públicos e filantrópicos, podem parcelar os débitos com a Cemig em até seis vezes, sem juros. No caso de unidades de saúde, a empresa ainda está instalando geradores nas proximidades, para garantir o fornecimento ininterrupto.
Já no caso dos consumidores comerciais e industriais que têm contratos longos de fornecimento de energia, a companhia está fazendo o diferimento entre o contratado e o consumido, cobrando pela segunda referência

Postado originalmente por: VinTV

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: