Maturidade na qualidade da pesquisa

A Unimontes comemora a divulgação do resultado preliminar dos projetos aprovados da fase 3 do Programa Centelha, em Minas Gerais, que estimula o empreendedorismo inovador por meio de capacitações para o desenvolvimento de produtos (bens e/ou serviços) ou de processos inovadores. A lista dos projetos foi divulgada esta semana pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG).

A Universidade teve um projeto aprovado de imediato e mais quatro como suplentes. Os servidores Eustáquio Júnior e o Pró-Reitor de Pós-Graduação da Unimontes, professor André Sena, estão entre os contemplados que representam a Universidade e o Norte de Minas.

O programa Centelha apoia ainda, por meio da concessão de recursos de subvenção econômica (recursos não reembolsáveis), a geração e fomento de empresas de base tecnológica a partir da transformação de ideias inovadoras em empreendimentos que incorporem novas tecnologias aos setores econômicos estratégicos do Estado de Minas Gerais.

Foram 1080 participantes cadastrados e 523 ideias inovadoras submetidas. Ao todo, foram aprovados 50 projetos, sendo que os 15 primeiros estão classificados para receber a subvenção. Agora, o programa entra em fase da abertura de recursos. O Programa disponibiliza R$ 1 milhão para subvenção econômica para 15 projetos de inovação.

“Quando recebemos o edital do projeto, e começamos a fazer a sensibilização da comunidade acadêmica como um todo e, também, dos incubados e pré-incubados, tínhamos a intenção de reforçar a caminhada já consolidada da pesquisa dentro da Unimontes. Hoje, estamos numa posição de maturidade na qualidade da pesquisa. Possuímos já o reconhecimento nacional e internacional da validade dos muitos produtos constituídos por meio das pesquisas realizadas na Universidade. A Unimontes segue sua caminhada histórica de fortalecer e tornar reconhecida a qualidade e a excelência da sua pesquisa”, destaca o Pró-Reitor Adjunto de Pesquisa, professor Rafael Soares Duarte de Moura, que enfatiza o papel da Coordenadoria de Inovação Tecnológica, vinculada à PRP, em divulgar e orientar a comunidade acadêmica sobre edital, que recebeu amplos esclarecimentos no campus-sede e demais campi da Unimontes.

Empreendedorismo e inovação

“Temos um reconhecimento muito positivo pelo grau de maturidade e alcance que chegamos à pesquisa. Temos projetos competitivos e que despertam o interesse dos editais de fomento apresentados pelas principais fundações e agências que estimulam a pesquisa em nosso país”, acrescenta o Pró-reitor Adjunto Rafael Soares, que acredita que a PRP está no caminho certo com suas reformas internas, políticas de valorização do professor/pesquisador e da busca por efetivos produtos que contribuam para o progresso do conhecimento.

Promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), operada pela Fundação CERTI e executada em Minas Gerais pela FAPEMIG, o programa Centelha disponibiliza R$ 1 milhão para subvenção econômica de 15 projetos de inovação.

A lista dos projetos aprovados está disponível no link  HYPERLINK “https://bit.ly/2WJZcCR”

Postado originalmente por: VinTV

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: