Município consegue suspensão de reajuste da Copasa

Em ação movida pelo município de Montes Claros contra a Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), a justiça suspendeu o reajuste que a empresa havia realizado na prestação do serviço de abastecimento de água e esgoto, no percentual de 8,69%.

A vitória do município irá beneficiar todos os moradores da cidade, já que, por determinação judicial, a Copasa deverá suspender imediatamente o reajuste, sob pena de multa diária. A decisão foi tomada pelo juiz Francisco Lacerda Figueiredo, no último dia 6 de agosto.

Em sua decisão, o magistrado pontuou que o reajuste da tarifa deve ser considerado irregular desde março deste ano, quando transitou em julgado a ação movida pelo município em 2017, na qual a justiça já havia atestado a irregularidade do mesmo.

Ainda em sua decisão, o magistrado entendeu que a Copasa não pode realizar os reajustes sem a prévia análise e homologação do município ou da Agência Municipal de Água, Saneamento Básico e Energia de Montes Claros (AMASBE

Postado originalmente por: VinTV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: