Pesquisadores desenvolvem probiótico a partir de queijos artesanais do Norte de Minas

Pesquisadores do Instituto de Ciências Agrárias da UFMG desenvolveram um leite fermentado com microrganismos vivos benéficos à saúde humana. O produto probiótico é rico nutricionalmente e oferece benefícios como melhora da imunidade e complemento de vitaminas, além de ser de baixo custo. O grande diferencial é que o probiótico possui bactérias isoladas de queijos artesanais da região do Norte de Minas.

Foram avaliadas 15 amostras de queijos da região em laboratório. Após as análises, as bactérias isoladas apresentaram resultados positivos em todos os testes, apontando que o produto está apto para consumo humano.
A pesquisa foi desenvolvida por Amanda Cristina Mendes Gusmão como dissertação de mestrado no em Produção Animal.

O tema foi pauta, esta semana, no programa “Veredas da Ciência: pesquisas e projetos do Norte de Minas”, veiculado pela Rádio UFMG Educativa Montes Claros. A produção e a reportagem são de Amanda Lelis.

Postado originalmente por: VinTV

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: